Meu próprio modal – Bike dóbravel no metrô

Em tempos de mobilidade urbana precária, há de se inventar modos de andabilidade e circulação pela cidade. Hoje inaugurei a experimentação de levar a Bike Dóbravel no metrô. Comprei essa Bike dóbravel Drop de  500 mangos (a mais barata que achei). Eles não permitem levar uma bike dóbravel por lá em dias úteis, mas aproveitei a vinda de uma pessoa de fora e encomendei essa  bolsa para Bike Dóbravel que encomendei no ebay por 30 $ (as que tem no brasil são muito caras, mas acho que o ebay tb entrega no BRasil). Deu tudo certo! Saí numa hora fora do rush da Estação Saens Pena até a Botafogo, dei o o rolé que precisava pela Zona Sul e Centro e mais tarde voltei para a Zona Norte de metrô e fui de bike até minha casa em Vila Isabel. O próximo teste é saber como os seguranças do metrô vão interpretar minha bolsa na hora do rush (não há regra para tamanho de volume, é tudo uma questão de interpretação.) E ainda estou no desenvolvimento de uma técnica rápida de montagem, desmontagem e e empacotamento da magrela na bolsa, mas vamos chegar lá. (PS As bikes do Itau ainda estão em áreas muito restritas e estações sempre em manutenção, quem sabe uma dia tb o sistema deles garanta uma melhor mobilidade e não seja mais necessário esse esquema ou quem sabe, melhor ainda, o metrô libere um vagão para bicicletas o tempo todo.)

2014-05-14 15.25.37 2014-05-14 15.25.22

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s